*Sejam*Bem-Vindos*

Março 26 2015

FotoFlexer_Photo.jpg

 Assim como há diferentes departamentos em cada estado neste mundo material...o departamento cível e o departamento criminal...da mesma forma, na criação de Deus, há dois departamentos de existência. Assim como no mundo material observamos que o departamento criminal é muito menor que o departamento cível, da mesma forma, este mundo material, que é considerado o departamento criminal, é uma quarta parte de toda a criação do Senhor. Todas as entidades vivas que são habitantes dos universos materiais são consideradas como mais ou menos criminosas, visto que não desejam obedecer à ordem do Senhor, ou são contra as actividades harmoniosas da vontade de Deus. O principio da criação é que o Senhor Supremo, a Personalidade de Deus, sendo alegre por natureza, converter-Se em muitos a fim de aumentar Seu júbilo transcendental. As entidades vivas como nós, sendo partes integrantes do Senhor Supremo, destinam-se a satisfazer os sentidos do Senhor. Assim, logo que há uma discrepância nesta harmonia, a entidade viva é enredada pela ilusão.

A energia externa do Senhor chama-se mundo material, e o reino da energia interna chama-se o reino de Deus (Vaikunta). No mundo Vaikunta, não há desarmonia entre o Senhor e os habitantes. Portanto, a criação de Deus no mundo Vaikunta é perfeita. Não há motivo de temor. Todo o reino de Deus é uma unidade tão completamente harmoniosa que não há possibilidade de inimizade. Tudo lá é absoluto. Assim como há muitos sistemas fisiológicos dentro do corpo que não obstante trabalham sob uma só ordem para a satisfação do estômago, e assim como uma maquina há centenas e milhares de peças que não obstante funcionam harmoniosamente para satisfazer o objectivo da maquina...nos planetas Vaikunta o Senhor é perfeito, e os habitantes também se ocupam perfeitamente a serviço do Senhor Supremo.

Podemos perceber o exemplo do pequeno e do grande céu que também é aplicável dentro do corpo de uma pessoa. O grande céu é o próprio corpo, e os intestinos e outras partes do corpo ocupam o pequeno céu. Cada parte do corpo tem individualidade, muito embora ocupe uma pequena parte da totalidade do corpo. Analogamente, toda a criação é o corpo do Senhor Supremo, e nós, as criaturas, ou qualquer  coisa que seja criada, não passamos de uma pequena parte daquele corpo. As partes do corpo nunca são iguais ao todo. Isto não é possível jamais. O Senhor afirma em Seu tratado do Bhagavad-Gita, que as entidades vivas, as quais são partes integrantes do Senhor Supremo, são eternamente partes integrantes. A unidade entre o todo e a parte está na qualidade de ambos. A unidade qualitativa da pequena e da grande porção do céu não implica em que o pequeno céu se torne o grande céu. Não existe motivo para que haja uma politica de divisão e domínio nos planetas Vaikunta ou reinos de Deus; não há medo, por causa da coincidência de interesses do Senhor e dos residentes. Ilusão significa desarmonia entre as entidades vivas e o Senhor Supremo, e Vaikunta significa harmonia entre eles. Na verdade, todas as entidades vivas recebem provisões do Senhor e são mantidas por Ele, porque Ele é a entidade viva Suprema. Porem, enquanto houver uma condição rebelde de desarmonia de negação da existencia do Senhor Supremo, o mundo material continuara em constante desarmonia.

Harmonia ou desarmonia são entendidas em função da lei e da ordem de um lugar em particular. Embora alguns leigos rejeitem a religião, essa mesma religião é a lei e a ordem do Senhor Supremo. Religião significa religar nosso amor por Deus em serviço devocional, ou consciência de Krishna. Krishna mesmo afirma dizendo: "Abandone todos os demais princípios religiosos e renda-se a Mim que Eu vos libertarei não temam" Isto significa verdadeira religião entrega total ao Senhor e Suas ordens. Quando alguém se torna plenamente consciente de que Krishna é o desfrutador Supremo de todas as coisas, então ai se manifesta a verdadeira religião. Nada que vá de encontro a este principio pode ser considerado religião. Portanto Krishna diz; " Abandona todos os demais principos religiosos," No mundo Espiritual, este principio religioso da consciência de Krishna é mantido harmoniosamente e por isso esse mundo chama-se o reino de Deus (Vaikunta). Se os mesmos princípios puderem ser aplicados aqui no mundo material, integral ou parcialmente, também se torna um reino de Deus ou Vaikumta, pois tuido é uma questão de moldar nossas vidas ao principio de amor puro por Deus. Se todos aqueles que de uma forma ou outra estejam vinculados com o principio devocional ao Supremo Senhor Krishna, depositando plena fé em Seu propósito e tendo Krishna como centro de todas as atenções, poderão viver harmoniosamente seguindo as ordens dadas por Krishna através do Bhagavad-Gita entre outras literaturas autorizadas dos Vedas, então estarão vivendo no reino de Deus em Vaikunta, e não no mundo material.

5489717_0PI30.gif

nnnn.jpg

Para mais detalhes sobre a Personalidade do Senhor Ramachandra. é só ir no link a seguir:

http://sriramayana.blogspot.com.br/

publicado por Lalanesha Dasa às 18:40

Março 24 2015

d.jpg

 Os Sofrimentos da sociedade humana são causados por um único objectivo, que é, desfrutarem de vida profana, a saber:  o objectivo de se iludirem em dominar os recursos materiais. Quanto mais a sociedade humana se envolver em explorar os recursos materiais inexplorados visando unicamente obter gratificação através do prestigio que envolve o gozo dos sentidos materiais, mais embaraçada na armadilha da energia material ilusória o ser humano ficará, e desta maneira a aflição do mundo será intensificada em vez de enfraquecida. O Senhor Supremo criador de todas as formas existentes tanto no universo material como no Espiritual, supre totalmente às necessidades humanas da vida, na forma de grãos alimentícios, leite, frutas, madeira, pedra, açúcar, seda, jóias, algodão, sal água, vegetais e o que demais necessário para manter o corpo e alma juntos, em quantidade suficiente para alimentar e sustentar a raça humana do mundo como também de todos os seres vivos que vivem em cada um dos planetas que existem no Universo. A fonte supridora é completa, sendo necessária apenas um pouco de energia da parte do ser humano para que ele consiga canalizar suas necessidades apropriadamente. Não há necessidade de maquinas nem de ferramentas e tampouco de formas de aço para se criar conforto de vida artificialmente. As necessidades artificiais, não poderão jamais fazer de nossa vida uma vidas confortável, mas s elevarmos em conta uma vida simples e com o pensamento elevado através do conhecimento Espiritual, conseguiremos viver comodamente. Ao longo da historia humana, grandes sábios e mestres no conhecimento Espiritual, sugerem que  se pratique o pensamento perfeccional máximo que a sociedade humana pode ter, a saber: ouvir de fontes verdadeiras assuntos que relevem o auto-conhecimento através das escrituras autorizadas, tais como aquelas que se encontram na literatura Védica. Essas literaturas que se encontram nos Vedas, pode elevar a consciência do homem que nesta era de Kali onde a inteligência do ser humano encontra-se enfraquecida, encontrar a visão perfeita do verdadeiro caminho a trilhar. Se o ser humano ouvir esses assuntos relevantes que se encontram na literatura Védica, o objectivo de dominar a matéria, cederá, e o ser humano em geral em todas as partes do mundo poderão viver uma vida pacifica de conhecimento e de bem-aventurança.

Qualquer assunto que tenha relação com o nome, a fama, a qualidade, o séquito ou passatempos do Senhor Supremo, certamente agradara aqueles que devotadamente servem ao propósito do Senhor: e como tais assuntos ao longo da historia humana foram reconhecidos por grandes sábios e mestres Espirituais, certamente tais mensagens são transcendentais e agradam o coração e a alma. 

Assim por intermédio do processo de Bhakti yoga, o ser humano poderá aceitar directamente a mensagem transcendental do Senhor Supremo, e a contaminação material da qual inclui tentar dominar a energia material ilusória, desaparecerá por completo e assim todos serão bem sucedidos ao encontra de seus objectivos de vida humana.

Caso, o ser humano rejeite toda essa mensagem onde através da pratica Espiritual o Senhor outorga dando toda a manutenção de vida, sua vida humana não terá valor algum e afundará na mais negra e profunda agonia material...

5489717_0PI30.gif

 

5489717_0PI30.gif

publicado por Lalanesha Dasa às 15:49

Março 14 2015

Krishna a Suprema Personalidade de Deus é muito enfático quando diz:

Se alguém Me oferecer, com amor e devoção, uma folha, uma flor, frutas ou água, Eu as aceitarei.

FotoFlexer_Photo.jpg

É essencial que a pessoa inteligente esteja em consciência de Krishna, ocupada no serviço transcendental amoroso do Senhor, a fim de conseguir uma morada permanente e bem-aventurada, onde desfrute de felicidade eterna. O processo pelo qual se consegue resultado tão maravilhoso é muito fácil e pode ser tentado mesmo pelo indivíduo mais pobre, e não se exige dele nenhuma espécie de qualificação. A única qualificação exigida neste contexto é que a pessoa seja um devoto puro do Senhor. Não importa o que ela é ou qual sua situação actual. O processo é tão simples que mesmo uma folha ou um pouco d'água ou uma fruta podem ser oferecidos ao Senhor Supremo com amor genuíno e o Senhor ficará contente em aceitá-los. Portanto, ninguém pode ser omitido da consciência de Krishna, porque ela é tão fácil e universal. Quem seria tão tolo a ponto de não querer ser consciente de Krishna por este método simples e assim alcançar a perfeição mais elevada, numa vida de eternidade, bem-aventurança e conhecimento? Krishna quer apenas serviço amoroso e nada mais. De Seu devoto puro, Krishna aceita até mesmo uma pequena flor. Ele não precisa que lhe dêem algo, porque Ele é auto-suficiente, e mesmo assim Ele aceita a oferenda feita por Seu amado devoto, permitindo que haja entre eles uma troca de amor e afeição. Desenvolver consciência de Krishna é a mais elevada perfeição da vida. Para expressar mais enfaticamente que bhakti, ou o serviço devocional, é o único meio de alguém aproximar-se de Krishna, usa-se o termo: Amor incondicional por Deus. Nenhuma outra condição, tal como tornar-se um brahmana sacerdote, um estudioso erudito, um homem muito rico ou um grande filósofo, pode induzir Krishna a aceitar alguma oferenda. Sem o princípio básico de bhakti, serviço devocional imotivado, nada pode induzir o Senhor a concordar em aceitar algo de alguém. Bhakti nunca é eventual. O processo é eterno. É acção directa em serviço ao todo absoluto. 

O Senhor Krishna, tendo estabelecido que Ele é o único desfrutador, o Senhor primordial e o verdadeiro objecto de todas as oferendas sacrificatórias, revela quais são as classes de sacrifícios que Ele deseja que Lhe ofereçam. Se alguém deseja ocupar-se em serviço devocional ao Supremo para purificar-se e alcançar a meta da vida _ o serviço transcendental amoroso a Deus _ então, deve procurar saber o que o Senhor deseja dele. Quem ama a Krishna Lhe dará tudo o que Ele quiser e evitará oferecer algo indesejável ou inoportuno. Logo, carne, peixe e ovos não devem ser oferecidos a Krishna. Se Ele desejasse esse tipo de oferenda, Ele teria Se manifestado nesse sentido. Em vez disso, Ele pede claramente que Lhe dêem folhas, frutas, flores e água, e a respeito desta oferenda Ele diz que “Eu a aceitarei”. Portanto, convém sabermos que Ele não aceitará carne, peixe nem ovos. Legumes, cereais, frutas, leite e água são os alimentos apropriados para os seres humanos e são prescritos pelo próprio Senhor Krishna. Qualquer outra substância que comermos não Lhe poderá ser oferecida, pois Ele não a aceitará. Logo, não podemos estar agindo no nível da devoção amorosa se oferecemos semelhantes alimentos. 

O Senhor Krishna explica que, só os restos de sacrifício são puros e próprios para serem consumidos por aqueles que procuram progredir na vida e libertar-se das garras do enredamento material. Aqueles que não oferecem seu alimento, Ele diz no mesmo verso, comem apenas pecado. Em outras palavras, cada porção que eles levam à boca está apenas aprofundando seu envolvimento nas complexidades da natureza material. Mas o preparo de pratos vegetarianos simples e deliciosos que são oferecidos diante do quadro ou da Deidade do Senhor Krishna, enquanto o devoto, após ter-se prostrado, ora para que Ele aceite essa humilde oferenda, capacita-o a empreender firme avanço na vida, purificar o corpo e criar tecidos cerebrais finos que propiciarão um pensamento claro. Acima de tudo, a oferenda deve ser feita com uma atitude de amor. Krishna não precisa de alimento, pois Ele já possui tudo o que existe, não obstante, Ele aceitará a oferenda daquele que deseja Lhe fazer essa manifestação de carinho. O elemento importante, ao preparar, ao servir e ao oferecer, é agir com amor a Krishna. 

Aqueles que querem defender a idéia de que a Verdade Absoluta não tem sentidos, não podem compreender toda essa manifestação por parte do Senhor Supremo. Para eles, ou é uma metáfora ou uma prova do carácter mundano de Krishna. Mas, na verdade, Krishna, a Divindade Suprema, tem sentidos, e se diz que Seus sentidos são intercambiáveis; em outras palavras, um sentido pode executar a função de qualquer outro. Isto é o que significa dizer que Krishna é absoluto. Faltando-Lhe sentidos, dificilmente se poderia considerá-lO pleno de todas as opulências. Krishna explica, que Ele fecunda as entidades vivas na natureza material. Isto ocorre quando Ele lança Seu olhar sobre a natureza material. E também no presente caso, o fato de Krishna ouvir as palavras de amor que o devoto profere ao oferecer alimentos é em tudo idêntico ao fato de Ele comer e realmente saborear. Deve-se enfatizar este ponto: devido à Sua posição absoluta, para Ele, ouvir é totalmente idêntico a comer e a saborear. Só o devoto, que aceita Krishna como Ele Se descreve a Si mesmo e não dá nenhuma interpretação pessoal, pode compreender que a Suprema Verdade Absoluta é capaz de comer alimentos e de desfrutá-los.

gfnf.jpg

publicado por Lalanesha Dasa às 19:25

Março 10 2015

Shrila Prabhupada disse.jpg

 Assim, quando todas as actividades dos homens estão dedicadas ao serviço do Senhor, aquelas mesmas actividades que causavam seu perpétuo cativeiro tornam-se o destruidor da árvore do trabalho atractivo.

Isso significa que o trabalho aparentemente atractivo, que tem perpetuamente ocupado o ser vivo, é comparado a uma arvore fortemente enraizada, e assim enquanto existe essa propensão de desfrutar de tal trabalho atractivo, o ser vivo tem de prosseguir a transmigração da alma de um corpo para outro, ou de um lugar para outro, de acordo com a natureza do trabalho de cada um. A propensão ao desfrute de tal trabalho, pode ser convertido no desejo de servir ao propósito do Senhor ou de Sua missão. Nesse caso, ao dedicarmos tal opção de serviço ao Senhor, nossas actividades resultam em Karma Yoga, ou o caminho pelo qual pode-se alcançar a perfeição Espiritual enquanto na execução de trabalho do qual se tem uma tendência natural. A conclusão é que, quando o resultado de todo o trabalho atractivo, for encaixado no serviço ao Senhor Supremo, ele deixará de produzir Karma no futuro e gradualmente desenvolver-se-á em serviço devocional, que irá não somente cortar completamente a raiz de tal arvore enraizada do apego ao trabalho atractivo, mas também transportará o prestador de serviço ao Senhor, ao um nível de associação directa com Deus.

Em suma, temos que, antes de tudo, buscar a companhia de pessoas que já se encontram na prestação de serviço devocional ao Senhor. que não sejam somente eruditos nas escrituras dos Vedas, como também que sejam almas auto-realizadas e devotos imaculados do Senhor Supremo Krishna a Personalidade de Deus. Nesta associação devocional, deve-se prestar serviço amoroso, física e mentalmente, sem reservas. Essa atitude de serviço prestado, induzira as grandes almas no conhecimento Espiritual, a serem mais favoráveis ao conceder sua misericórdia, da qual injectará todas as boas qualidades Espirituais. Gradualmente isso se desenvolve num forte apego em ouvir os passatempos transcendentais do Senhor, que o fará apto a alcançar a posição constitucional como alma Espiritual pura e sua relação eterna com a Alma Suprema, a Personalidade de Deus. Depois que essa relação for descoberta, através do vinculo de eternidade, o serviço devocional espontâneo e puro ao Senhor, começa gradualmente a se desenvolver em conhecimento perfeito sobre a Personalidade de Deus, alem de alcançar outros patamares de relação com o Senhor Supremo. 

Qualquer trabalho que se faça aqui nesta vida para a satisfação da missão ou do propósito do Senhor, chama-se Bhakti Yoga, ou transcendental serviço amoroso ao Senhor, e aquilo que se chama conhecimento torna-se um factor simultâneo de relação Espiritual.

jiklfh.jpg

publicado por Lalanesha Dasa às 16:20

Março 07 2015

ffff.jpg

 A Suprema Personalidade de Deus afirma dizendo:

Os pensamentos de Meus devotos puros residem em Mim, suas vidas são plenamente devotadas a Meu serviço, e eles obtêm grande satisfação e bem-aventurança sempre se iluminando uns aos outros e conversando sobre Mim. E aqueles que estão constantemente devotados a Me servir com amor, Eu dou a compreensão pela qual eles podem vir a Mim.

Para lhes mostrar misericórdia especial, Eu, residindo em seus corações, destruo com a luz brilhante do conhecimento a escuridão nascida da ignorância.

Nos Vedas, o Senhor Supremo é aceito como o mais puro dos puros. Quem compreende que Krishna é o mais puro dos puros pode purificar-se de todas as actividades pecaminosas. Não pode se purificar das actividades pecaminosas quem não se rende ao Senhor Supremo. Krishna é a Suprema Personalidade de Deus, e uma pessoa devotada a Ele deve sempre meditar nEle e desfrutar da relação transcendental que tem com Ele. Krishna é a existência Suprema e está livre das necessidades corpóreas, do nascimento e da morte. Em todos os textos védicos, Krishna recebe essa mesma descrição, e o próprio Senhor Supremo também diz: “Embora Eu seja não nascido, Eu apareço nesta Terra para estabelecer os princípios religiosos”. Ele é a origem Suprema; Ele não tem causa, pois Ele é a causa de todas as causas, e tudo emana dEle. Pode obter este conhecimento perfeito todo aquele que receba a graça do Senhor Supremo.

Todos devem, portanto, seguir este caminho devocional para que se logre o êxito de amor a Deus. O Supremo Senhor Krishna pode ser conhecido pelas pessoas que cultivam uma relação com Ele através do desempenho do serviço devocional.

5489717_0PI30.gif

5489717_0PI30.gif

publicado por Lalanesha Dasa às 15:19

Ofereço respeitosas reverências a meu mestre espiritual que, com o archote do conhecimento, abriu meus olhos que estavam cegos por causa da ignorância!
Todos nós seres vivos, somos almas espirituais eternas, e, em contato com o mundo material, cada alma torna-se corporificada em um tipo de corpo particular, entre as 8.400.000 espécies de vida do universo material; Segundo a literatura Védica ...
Contemplar

Tema do Amor à Deus