*Sejam*Bem-Vindos* A Morada Suprema do Amor a Deus *

Janeiro 29 2014

 

No mundo material, existem tantas anomalias que dificilmente pode-se escapar sem deixar um rastro de sequelas. Pois é muito fácil ser levado pela ilusão, porque vivemos no meio de uma sociedade global que está completamente perplexa em actividades ilusórias. Portanto, se quisermos alcançar a paz e felicidade genuína, devemos nos distanciar psicologicamente e filosoficamente desta sociedade materialista em que vivemos e, ao mesmo tempo agir dentro dela para ganhar o nosso sustento. E ainda, o mais importante é, resgatar compassivamente todos os companheiros sofredores que nem mesmo percebem como estão iludidos.

Krishna o Senhor Supremo de todas as causas diz:

Embora ocupado em todas as espécies de actividades, aquela pessoa que esta sob Minha protecção, alcança por Minha graça a morada eterna e imperecível.

Para se livrar da contaminação material, a pessoa que esta rendida em prestar serviço devocional, age sob a direcção do Senhor Supremo ou de Seu representante, o mestre Espiritual. Não há limitação de tempo para o tal pessoa rendida nesse serviço devocional. Vinte e quatro horas por dia, ela sempre está cem por cento ocupada em actividades sob a direcção do Senhor Supremo. Para tal pessoa devotada que adopta essa ocupação em consciência de Krishna o Senhor é muito, muito bondoso. Apesar de todas as dificuldades, ele acaba alcançando a morada transcendental, onde sua entrada está garantida; e quanto a isso não há dúvida. Nessa morada Suprema, não há mudanças; tudo é eterno, imperecível e pleno de conhecimento.

Como Krishna mesmo diz:

Eu sou a meta, o sustentador, o Senhor, a testemunha, a morada, o refúgio e o amigo mais querido. Sou a criação e a aniquilação, a base de tudo, o lugar onde se descansa e a semente eterna. E em todas as actividades que alguém devotado à Mim execute, deve contar apenas comigo e sempre trabalhando sob Minha protecção. E nesse serviço prestado com devoção, deve-se estar plenamente consciente de Mim.

Quando alguém age em consciência de Krishna, ele não age como o dono do mundo. Tal qual um servo, é necessário agir sob a completa direcção do Senhor Supremo. O servo não tem independência individual. Ele age apenas sob a ordem do amo. O servo que age em prol do amo supremo não é afectado por lucro ou prejuízo. Ele apenas desempenha fielmente seu dever conforme a ordem do Senhor. Se alguém agir segundo a direcção que Krishna estabeleceu no Bhagavad-Gita, bem como sob a orientação do representante de Krishna o mestre Espiritual, então o resultado será o mesmo. Estar sob a tutela ou a protecção de Krishna, indica que temos única e exclusivamente na vida a meta de agir em consciência de Krishna apenas para satisfazer Krishna. E enquanto adoptamos essa ocupação, devemos pensar somente em Krishna, e pensar da seguinte forma. “Eu fui designado por Kṛṣṇa para desempenhar este dever específico.” Ao agir dessa forma, a pessoa devotada naturalmente tem que pensar em Krishna. Esta é a perfeita consciência de Krishna. Entretanto, convém notar que após fazer algo por capricho não se deve oferecer o resultado ao Senhor Supremo. Esta espécie de atividade não está incluída no serviço devocional executado em consciência de Krishna. Deve-se agir segundo a ordem de Krishna. Este é um ponto muito importante. O mestre Espiritual autêntico transmite esta ordem de Krishna através da sucessão discipular. Por isso, a ordem do mestre Espiritual precisa ser recebida como o dever primordial da vida. Se alguém aceita um mestre Espiritual genuíno e age segundo sua direção, então a perfeição de sua vida em consciência de Krishna está garantida.

 

publicado por Lalanesha Dasa às 22:01

Janeiro 25 2014

 

Só por nos abstermos da ação não significa que estamos livres da reação, nem somente pela prática da renúncia pode-se atingir a perfeição.

Todos são irremediavelmente forçados a agir segundo as qualidades que adquirem dos modos da natureza material; portanto, ninguém pode deixar de fazer algo, nem mesmo por um momento.

 

 "Bhagavad-gītā Como Ele É"

"Capitulo 3, versos 3, 4, 5."

 Não é devido à vida encarnada, mas devido à própria natureza que a alma está sempre activa. Sem a presença da alma espiritual, o corpo material não pode mover-se. O corpo é apenas um veículo morto, operado pela alma espiritual, que está sempre activa e não pode parar um momento sequer. E assim, a alma espiritual deve ocupar-se no bom trabalho da consciência de Krishna, caso contrário, ficará às voltas com ocupações ditadas pela energia ilusória. Ao entrar em contacto com a energia material, a alma espiritual assimila os modos materiais, e, para purificar a alma destas afinidades, é necessário ocupar-se nos deveres prescritos, estipulados nas Escrituras Sagradas. Mas se a alma ocupar-se em sua função natural, na consciência de Krishna, tudo o que venha a fazer será bom para ela. 

A Escritura Védica afirma o seguinte:

“Se alguém adota a consciência de Krishna, mesmo que não siga os deveres prescritos descritos nas Escrituras sagradas dos vedas ou não execute o serviço devocional correctamente, e muito embora acabe caindo do padrão aceitável, não há perda ou dano para ele. Mas se ele executa todas as prescrições para purificação contidas nas Escrituras Sagradasque lhe adiantará se ele não for consciente de Krishna?”

Portanto o processo purificatório é necessário para que se alcance a plataforma da consciência de Krishna, ou qualquer processo purificatório, serve como ajuda para a pessoa alcançar a meta última, tornando-a consciente de Krishna, caso contrário, o esforço será considerado um fracasso.

publicado por Lalanesha Dasa às 15:35

Janeiro 21 2014

 

Portanto, deve-se ser bastante inteligente para compreender o propósito dos Vedas, sem se deixar apegar apenas aos rituais, e não se deve desejar a elevação aos reinos celestiais visando uma qualidade melhor de satisfação dos sentidos. Nesta era actual, não é possível para o homem comum seguir todas as regras e regulações dos rituais védicos, nem lhe é possível estudar exaustivamente todas as ramificações incluídas mas Escrituras SagradasÉ preciso muito tempo, energia, conhecimento e recursos para pôr em execução os propósitos dos Vedas. Dificilmente isto é possível nesta era actual. Todavia, o melhor propósito da cultura védica é alcançado, cantando o Santo nome do Senhor.

Em varias passagens dos textos Védicos Escriturais Sagrados, grandes sábios e videntes da Verdade, confirmam isto com as seguintes palavras:

“Ó meu Senhor, uma pessoa que esteja cantando Seu santo nome, embora nascida em família inferior, está situada na mais elevada plataforma da auto-realização. Esta pessoa deve ter executado todas as espécies de penitências e sacrifícios ao longo de sua existência seguindo os rituais védicos e, tendo tomado seu banho em todos os lugares santos de peregrinação, na certa estudou os textos védicos muitíssimas vezes. Tal pessoa é considerada a melhor da família ariana.”

Em toda sociedade humana civilizada existe um conjunto de escrituras com regras e regulações que são seguidas na íntegra. Especialmente entre os arianos, aqueles que adoptam a civilização védica e que são conhecidos como os povos civilizados mais avançados, considera-se que aqueles que não seguem os preceitos das escrituras são considerados de mente perturbadora. Por isso, nesta síntese afirma-se que eles não conhecem as regras das escrituras, nem têm inclinação alguma a segui-las. A maioria deles não as conhece, e mesmo que alguns deles as conheçam, não têm tendência a segui-las. Eles não têm fé, nem estão interessados em agir conforme os preceitos védicos. Eles não são limpos, nem externa nem internamente. Portanto é dever de uma pessoa ter o cuidado de conservar o corpo limpo, tomando banho, escovando os dentes, fazendo a barba, trocando de roupa, etc. Quanto à limpeza interna, é necessário sempre lembrar-se dos santos nomes de Deus e cantar Hare Krishna Hare Krishna Krishna Krishna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare. Aqueles que tem sua mente perturbada por desejos ilícitos não gostam dessas regras de limpeza externa e interna e tampouco as seguem.

Krishna mesmo diz que, assim como a fumaça cobre o fogo, o pó cobre um espelho ou o ventre cobre um embrião, diferentes graus de luxúria ou actividades ilícitas cobrem o ser vivo.

A entidade viva sujeita-se a três graus de encobrimento que obscurece sua consciência pura. Esta cobertura não passa de luxúria sob diferentes manifestações, como a fumaça no fogo, o pó no espelho e o ventre ao redor do embrião. Quando se compara a luxúria à fumaça, entende-se que é possível perceber um pouco do fogo da centelha viva. Em outras palavras, ao manifestar levemente sua consciência de Krishna, a entidade viva pode ser comparada ao fogo coberto pela fumaça. Embora haja fogo onde há fumaça, na fase inicial não ocorre uma evidente manifestação do fogo. Esta fase equivale ao início da consciência de Krishna. O pó no espelho refere-se ao processo que consiste em limpar o espelho da mente por meio de tantos métodos Espirituais. O melhor processo é cantar os santos nomes do Senhor. O embrião coberto pelo ventre é uma analogia que ilustra uma posição desamparada, pois a criança no ventre está tão desamparada que não pode sequer mexer-se. Esta etapa de condição de vida pode ser comparada à das árvores. As árvores também são entidades vivas, mas foram colocadas na actual condição de vida devido à luxúria intensa que as torna praticamente desprovidas de toda a consciência. O espelho empoeirado é comparado às aves e animais, e o fogo coberto pela fumaça é comparado ao ser humano. Sob a forma humana, a entidade viva pode reviver alguma consciência de Krishna, e, se continuar a progredir, o fogo da vida Espiritual poderá acender-se na forma de vida humana. Pelo cuidadoso manuseio da fumaça no fogo, pode-se fazer o fogo pegar. Portanto, a forma de vida humana é uma oportunidade que a entidade viva recebe para escapar ao enredamento da existência material. Na forma de vida humana, pode-se derrotar o inimigo, a luxúria, pelo cultivo da consciência de Krishna sob uma orientação competente.

publicado por Lalanesha Dasa às 18:52

Janeiro 03 2014

*O primeiro sintoma do mestre Espiritual ou Guru é*

* 

*samsara-davanala-lidha-loka - 
tranaya Karunya-ghanaghanatvam 
praptasya kalyana -gunarnavasya 
vande guroh Sri-caranaravindam * 

*

"Pela misericórdia de um mestre Espiritual recebe-se a bênção de Krishna. Sem a graça do mestre Espiritual, não se pode fazer nenhum avanço. Portanto, deve-se sempre lembrar e louvar o mestre Espiritual. Pelo menos três vezes ao dia devem-se oferecer humildes e respeitosas reverências aos pés de lótus de tal mestre Espiritual. "

"O mundo material é comparado a "davanala", um incêndio florestal. Da mesma forma, todos nós estamos sofrendo, neste fogo ardente da existência material. Mas o mestre Espiritual traz a mensagem do Senhor Supremo e entrega-o para todos que estão sob seus ensinamentos Espirituais, e se uma pessoa o aceita gentilmente, então certamente ficará satisfeita. Este é o dever do mestre Espiritual, transmitir ensinamentos dos quais libertara a pessoa do cativeiro material.

Este incêndio na floresta da existência material continua perpetuamente, e a pessoa autorizada que pode libertar o discípulo além deste fogo material, é chamado de guru, ou mestre Espiritual. E como ele pode libertar o discípulo? Qual é o seu meio?

A seguir considera-se o seguinte exemplo:

Quando há um incêndio na floresta, a pessoa não pode enviar uma brigada de incêndio ou ir-se com baldes de água para extingui-lo. Isso não é possível. Então como é que vai ser extinto? Simplesmente precisa-se de água para extinguir o fogo, mas de onde virá a água, vem a partir do seu balde ou o seu corpo de bombeiros? Não, ele deve vir do céu. Somente quando há torrentes de água do céu será o incêndio na floresta em chamas ser extinto. Essas chuvas do céu, não dependem de alguma propaganda científica ou manipulação. Dependem exclusivamente da misericórdia do Senhor Supremo. Então, o mestre Espiritual é comparado a uma nuvem. Assim como existem torrentes de chuva a partir de uma nuvem, assim o mestre Espiritual traz a misericórdia da Suprema Personalidade de Deus. Uma nuvem leva a água do mar. Ela não tem sua própria água, mas sim carregando a água do mar. Da mesma forma, o mestre Espiritual traz a misericórdia da Suprema Personalidade de Deus. Basta ver a comparação. Ele não tem misericórdia de si mesmo, mas ele traz a misericórdia da Suprema Personalidade de Deus. Essa é a qualificação do mestre Espiritual. 

O mestre Espiritual nunca vai dizer: "Eu sou Deus, posso dar-lhe misericórdia." Não. Isso não é um mestre Espiritual, isto é um falso pretendente. O mestre Espiritual vai dizer: "Eu sou um servo de Deus, eu trouxe a sua misericórdia. Por favor, aceite-a que certamente ficará satisfeito. "Essa é a mensagem do mestre Espiritual. Ele é como um carteiro. Quando um carteiro entrega certa quantidade grande de dinheiro, não é do carteiro seu próprio dinheiro. O dinheiro é enviado por alguém, mas honestamente, o carteiro assim oferece: "Senhor, aqui está seu dinheiro. "Então, alguém tornar-se muito satisfeito com ele, embora não seja do carteiro o dinheiro que ele está lhe dando. Quando uma pessoa estiver na necessidade e com isso recebe o dinheiro de seu pai ou de uma outra pessoa, certamente lhe dará uma  sensação de muita satisfação. 

Da mesma forma, todos nós estamos sofrendo, neste fogo ardente da existência material. Mas o mestre Espiritual traz a mensagem do Senhor Supremo e entrega para seu discípulo, e se o discípulo aceitar gentilmente, então com toda a certeza ficará satisfeito. Este é o verdadeiro dever de tal mestre Espiritual. 

Todo mundo tem um fogo ardente dentro de seu coração um fogo ardente da ansiedade. Essa é a natureza da existência material. Constantemente, a todos neste mundo material a ansiedade esta os envolvendo numa rede de aflição, e ninguém está livre dela. Mesmo um pequeno pássaro tem ansiedade. Se uma pessoa der ao pequeno pássaro alguns grãos para comer, ele vai comê-los, mas ele não vai comer muito pacificamente. Ele vai olhar para um lado e outro preocupado, se tem alguém que vem para lhe matar?" Esta é a existência material. Todo mundo, mesmo os grandes lideres, estão sempre cheios de angústias, o que falar dos outros seres inferiores. Todos os políticos são cheios de ansiedade. Eles podem ter um posto muito exaltado, mas ainda assim a doença material a ansiedade está lá. 

Portanto, se alguém quer ter menos ansiedade , então deve se abrigar no guru, o mestre Espiritual. E o teste do guru é que, seguindo suas instruções a pessoa estará livre da ansiedade. Este é o teste. Não se deve tentar encontrar um guru barato ou um guru da moda. Assim como uma pessoa, por vezes, mantêm um cão como uma moda, do mesmo modo se quiser manter um guru como uma moda dizendo "Eu tenho um guru", isso não vai ajudar em nada. Uma pessoa deve aceitar um guru que possa apagar o fogo ardente da ansiedade dentro do seu coração. Esse é o primeiro teste do guru. 

*O segundo sintoma é*

*

*mahaprabhoh kirtana-nritya-gita-

vaditra-madyan-manaso rasena

romancha-kampashru-taranga-bhajo

vande guroh shri-charanaravindam*

 O segundo sintoma do guru é que ele está sempre ocupado em cantar, glorificando o Senhor Caitanya Mahaprabhu. Mahaprabhoh kirtana-nrtya-gita *. O mestre espiritual esta sempre cantando o santo nome do Senhor, e dançando, porque esse é o remédio para todas as calamidades dentro deste mundo material. 

No presente momento, ninguém pode meditar. A meditação chamada agora popular no Ocidente é uma grande farsa. É muito difícil para uma pessoa meditar nesta era de Kali  (a era das desavenças e hipocrisia). O Movimento da Consciência de Krishna é destinado a difundir tais cânticos. Sri Caitanya Mahaprabhu a quinhentos atrás, inaugurou esse movimento de canto e dança.

Portanto, o guru esta sempre empenhado em cantar tal cânticos. Mahaprabhoh kirtana-nrtya-gita *- cantando e dançando. A menos que ele realize ele próprio tal cantar e dançar, como ele poderá ensinar aos seus discípulos? Assim, seu primeiro sintoma é que ele lhe dará instruções de tal forma que logo a pessoa vai sentir alívio de toda a ansiedade, e seu segundo sintoma é que ele sempre está pessoalmente empenhado em cantar o santo nome do Senhor, e dançando.

*mahaprabhoh kirtana-nritya-gita-vaditra-madyan-manaso rasena*

 - O mestre Espiritual goza de bem-aventurança transcendental dentro de sua mente, cantando e dançando. A menos que uma pessoa se torne feliz, não poderá saborear tal dançar e cantar. Uma pessoa não pode dançar artificialmente. Quanto a dança de devotos de Krishna, não é artificial. Eles sentem bem-aventurança transcendental, e, portanto, eles dançam e cantam glorificando o Senhor. Não é que eles estão dançando como cães ou macacos. Não. A dança é realizada a partir da plataforma Espiritual. *Romanca-kampasru-Taranga-Bhajo*. Há, por vezes, as transformações do corpo com os sintomas Espirituais, às vezes choro, às vezes os cabelos do corpo se arrepiam . Há tantos sintomas. Esses sintomas são puramente espontâneos e naturais. Esses sintomas não devem ser imitados, mas quando se está Espiritualmente avançado, eles são visíveis. 

*

*O terceiro sintoma do é*

*

*shri-vigraharadhana-nitya-nana-

shringara-tan-mandira-marjanadau

yuktasya bhaktamsh cha niyunjato 'pi

vande guroh shri-charanaravindam*

O dever do mestre Espiritual é envolver os discípulos em adorar a Divindade Suprema, *Sri-vigraha*. Em todos os templos da sociedade para a consciência de Krishna ou ISKCON, os seus membros sempre estão envolvidos na adoração à Deidade ou seja, nas imagens do Senhor Caitanya Mahaprabhu o Avatar dourado e do guru. *Sri-vigraharadhana-nitya-srngara nana-tan-Mandira-marjanadau: * adoração à Deidade significa vestir a Divindade muito bem, para purificar o templo e oferecer alimentos agradáveis à Divindade, e aceitar esses mesmos restos de alimentos da Divindade para a nossa alimentação e purificação. Este é o método de adoração da Deidade. Adoração da Deidade é feito pelo próprio guru, e ele também envolve seus discípulos nesta adoração.

 *

*O quarto sintoma é*

*

*chatur-vidha-shri-bhagavat-prasada-

svadv-anna-triptan hari-bhakta-sanghan

kritvaiva triptim bhajatah sadaiva

vande guroh shri-charanaravindam*

O mestre Espiritual incentiva distribuição de prasadam (os restos do alimento oferecido a Krishna) para o público. Se distribui prasadam ou alimento purificado, para o beneficio de todos. A prasadam é sempre muito sumptuosa. Assim, a distribuição de prasadam é outro sintoma do mestre Espiritual genuíno. 

 *

*O quinto sintoma é*

* 

*shri-radhika-madhavayor apara-

madhurya-lila-guna-rupa-namnam

prati-kshanasvadana-lolupasya

vande guroh shri-charanaravindam*

O mestre Espiritual está sempre no pensamento dos passatempos de Krishna com Sua consorte-Shrimati Radharani e as gopis. Às vezes, ele está pensando em passatempos de Krishna com os vaqueiros. Isso significa que ele está sempre pensando em Krishna envolvido em algum tipo de passatempo. *Pratiksanasvadana-lolupasya*. *Pratiksana* significa que ele está pensando de que maneira poderá louvar o Senhor vinte e quatro horas por dia. Essa é a consciência de Krishna. Uma pessoa cônscia, tem por dever estar vinte e quatro horas por dia no pensamento de Krishna. Todos tem que se dedicar a alguma forma de glorificar o Senhor, e este é o melhor método de se fazer isso.

*

*O sexto sintoma é*

*

*nikunja-yuno rati-keli-siddhyai

ya yalibhir yuktir apekshaniya

tatrati-dakshyad ati-vallabhasya

vande guroh shri-charanaravindam*

O objectivo final do mestre Espiritual é que ele quer ser transferido para o planeta de Krishna, onde ele podera se associar com as gopis para ajudá-las ainda mais a servir a Krishna.  Existem cinco tipos de doçuras: santa [veneração], dasya [servidão], sakhya [amizade], vatsalya [paternidade], e madhurya [amor conjugal]. Tudo está lá no mundo Espiritual. No céu Espiritual, mesmo a terra é Espiritual. As árvores são Espirituais, o fruto é Espiritual, as flores são Espirituais, a água é Espiritual, os servos são Espirituais, os amigos são Espirituais, as mães são Espirituais, os pais são Espirituais, o Senhor é espiritual, e Seus associados são Espirituais . Tudo é absoluto, embora haja variedades. 

No mundo material, estas variedades são meramente um reflexo Espiritual, assim como árvores em um rio. Uma árvore é reflectida na água, mas reflecte como? De cabeça para baixo. Da mesma forma, neste mundo material é um reflexo do mundo espiritual, mas um reflexo pervertido. No mundo Espiritual existe amor entre Radha e Krishna. Krishna é sempre jovem chamado de *nava-yauvana*. E Radharani é sempre jovem, porque Ela é a potência de prazer de Krishna. *Sri Radhika-madhavayor Apara *. Não se deve adorar Krishna sozinho, mas Krishna com Sua consorte eterna, Srimati Radharani. Há amor eterno entre Shrimati Radharani e Krishna.  A Verdade Absoluta é o inicio do qual tudo emana. Nesse mundo encontramos o amor entre mãe e filho, amor entre marido e mulher, o amor entre senhor e servo, entre amigo e amigo, entre o mestre e o cão ou o gato ou a vaca. Mas estes são apenas reflexos do mundo Espiritual. Krishna é também o bom amante dos animais, os bezerros e vacas. Assim como aqui nós amamos cães e gatos, Krishna ama a vacas e bezerros. Todos podem perceber isso nas imagens de pinturas de Krishna. Assim, a propensão para amar um animal ainda existe no mundo Espiritual. Caso contrário, como ele pode ser reflectido? Este mundo é simplesmente um reflexo do verdadeiro mundo Espiritual. Se na realidade não há nada como isso, como pode ser reflectido aqui? Então, está tudo lá no mundo Espiritual. Mas para se entender qual é a verdadeira propensão original do amor a Deus, a pessoa tem que praticar a consciência de Krishna.

 Aqui neste mundo que estamos experimentando prolifera a frustração. No mundo material o amor de um homem a uma mulher, ou o amor de uma mulher para o homem, torna-se cheio de frustrações. E depois de algum tempo eles são divorciados, porque o amor é um reflexo pervertido. Não há amor verdadeiro neste mundo. É simplesmente luxúria. O verdadeiro amor está no mundo Espiritual, entre Radha e Krishna. O verdadeiro amor existe entre Krishna e as gopis. O verdadeiro amor existe na amizade entre Krishna e Seus vaqueiros. O verdadeiro amor existe entre Krishna e as vacas e bezerros. O verdadeiro amor existe entre Krishna e as árvores, flores e água. No mundo Espiritual, tudo é amor. Mas, dentro deste mundo material, estamos satisfeitos pelo simples reflexo das coisas do mundo Espiritual. Então, agora que temos a oportunidade da vida humana, vamos entender Krishna. Essa é a consciência de Krishna, vamos entender Krishna. E como o Bhagavad-Gita (4,9) diz; deve-se entender Krishna, na verdade, não superficialmente. Aprender a ciência de Krishna. Esta é a instrução, o ser humano deve simplesmente tentar amar Krishna. O processo é a adoração a Divindade, é tomar prasadam, (alimento santificado) cantar os santos nomes de Krishna, (Hare Krishna Hare Krishna Krishna Krishna Hare Hare Hare Rama Hare Rama Rama Rama Hare Hare ) e siguir as instruções do mestre Espiritual. Desta forma, a pessoa vai aprender a entender Krishna, e então sua vida será bem sucedida.

A palavra *guru-prasada* indica que o mestre Espiritual é muito misericordioso em conceder o benefício do serviço devocional sobre o discípulo. Esse é o melhor presente possível, o mestre Espiritual tem tudo para oferecer isso. Aqueles com um plano de vida piedosa são elegíveis para receber o benefício Supremo da vida, e para conceder esse benefício, a Suprema Personalidade de Deus envia Seu representante para transmitir a Sua misericórdia. Dotado à mercê da Suprema Personalidade de Deus, o mestre Espiritual distribui a misericórdia para com aqueles que são elevados e piedosos. Assim, o mestre Espiritual da instrução aos seus discípulos para prestar serviço devocional para a Suprema Personalidade de Deus. Isso é chamado de *guru krpa*. É o Krishna-prasada, a misericórdia de Krishna, o Senhor Krishna envia um mestre Espiritual fidedigno para o discípulo merecedor. Pela misericórdia de Krishna, uma pessoa aceita o mestre Espiritual fidedigno, e pela misericórdia do mestre Espiritual, o discípulo é totalmente treinado no serviço devocional ao Senhor.

  * 

* O sétimo sintoma é*

*

*sakshad-dharitvena samasta-shastrair

uktas tatha bhavyata eva sadbhih

kintu prabhor yah priya eva tasya

vande guroh shri-charanaravindam*

O mestre Espiritual deve ser honrado tanto quanto o Senhor Supremo, porque ele é o servo mais confidencial do Senhor. Isto é reconhecido em todas as escrituras reveladas e seguido por todas as autoridades. Portanto, deve-se dar todas as obediências a  tal mestre Espiritual, que é um representante autêntico de Shri Hari (Krishna).

 *

*O oitavo sintoma é*

*

*yasya prasadad bhagavat-prasado

yasyaprasadan na gatih kuto pi "

dhyayan stuvams tasya Yashas tri-sandhyam

Vande guroh Shri-charanaravindam*

 Pela misericórdia do mestre Espiritual é que se recebe a bênção de Krishna. Sem a graça do mestre espiritual, não se pode fazer nenhum avanço. Portanto, deve-se sempre lembrar e louvar o mestre Espiritual. Pelo menos três vezes por dia deve-se oferecer respeitosas reverências aos pés de lótus do meu mestre Espiritual.

~~~~~~~~~~~~

 A misericórdia sem causa da Suprema Personalidade de Deus é primeiro apreciada quando alguém entra em contacto com um mestre Espiritual fidedigno que pode trazer a alma condicionada à posição mais alta da vida devocional. Portanto o Senhor Chaitanya Mahaprabhu disse que pela misericórdia de um mestre Espiritual pode-se alcançar a misericórdia sem causa do Senhor, e pela misericórdia da Suprema Personalidade de Deus, pode-se alcançar a misericórdia do mestre Espiritual fidedigno. 

Assim, pela misericórdia do mestre Espiritual e Krishna, uma pessoa recebe a semente do serviço devocional. Ele tem apenas que semear a semente no campo do seu coração, assim como um jardineiro semeia a semente de uma árvore valiosa. Após o plantio destas sementes, deve-se botar água na forma de cantar e ouvir o santo nome do Senhor Supremo ou tomando parte nas discussões sobre a ciência do serviço devocional em uma sociedade de devotos puros. Quando a planta e os brotos do serviço devocional se expandem a partir da semente da devoção, ela começa a crescer livremente. Quando ela é adulta, ela ultrapassa o comprimento e a largura desse universo e entra na atmosfera transcendental, onde tudo é banhado pelo esplendor da luz Espiritual.  E a planta se refugia aos pés de lótus de Krishna. Esse é o objectivo final do serviço devocional. Após atingir esta posição, a planta produz fruto, que é conhecido como o fruto do amor por Deus.

 

publicado por Lalanesha Dasa às 14:45

Intercâmbios
Este Album abaixo, esta para download gratuitamente é só clicar no ícone ( Lalanesha in Concert Mantras )