*Sejam*Bem-Vindos* A Morada Suprema do Amor a Deus *

Janeiro 30 2013

Natureza já tem um arranjo para alimentar todos os seres vivos. Por ordem da Suprema Personalidade de Deus, há um arranjo para cada entidade viva dentro das 8.400.000 formas de vida. Cada entidade viva tem que comer alguma coisa, e de fato todas as necessidades para a sua vida já foi fornecida pela Suprema Personalidade de Deus. Portanto, aquele que é inteligente não deve trabalhar muito duro para ter confortos materiais. Ao contrário, deve manter sua energia para o avanço na consciência de Krishna. Todas as coisas criadas no céu, no ar, na terra e no mar pertencem à Suprema Personalidade de Deus, e a cada ser vivo lhe é fornecido alimentos. Portanto, não se deve ser muito ansioso sobre o desenvolvimento econômico e desnecessariamente desperdiçar tempo e energia com o risco de cair no ciclo de nascimento e morte. 

Sob o comando da Suprema Personalidade de Deus administradores são encarregados dos assuntos materiais. O fornecimento de ar, luz, água e todas as outras bênçãos para a manutenção do corpo e alma das entidades vivas é confiado a esses administradores chamados de semideuses, que são inumeráveis assistentes nas diferentes partes do corpo da Suprema Personalidade de Deus. O contentamento e descontentamento deles dependem da execução de sacrificios religiosos executados pelo ser humano. Alguns desses sacrificios prestam-se à satisfação de determinados administrtadores ou semideuses; mas mesmo assim, o Senhor Supremo é adorado como o principal beneficiário de todos os sacrificiosMenciona-se no Bhagavad-gītā que o próprio Krishna é o beneficiário de todos os tipos de sacrificios. Quando estes sacrificios são devidamente executados, é claro que os semideuses encarregados dos diversos departamentos de fornecimento ficam contentes, e não há escassez na distribuição dos produtos naturais. A execução de sacrificios religiosos traz muitos benefícios secundários, e culmina na liberdade do cativeiro material. Pela execução de sacrificiostodas as atividades purificam-se, como os Vedas dizem. Pela execução de sacrificiosos alimentos santificam-se, e comendo alimento santificado purifica-se a própria existência; com a purificação da existência, os tecidos mais refinados responsáveis pela memória santificam-se, e quando a memória se santifica, pode-se pensar no caminho da liberação, e a combinação disto tudo leva à consciência de Krishna, uma grande necessidade da sociedade atual.

Krishna a Suprema Personalidade de Deus enfatiza que;

Cuidando das várias necessidades da vida, os semideuses, estando satisfeitos com a realização desses sacrificios, suprirão todas as necessidades dos seres. Mas aquele que desfruta destas dádivas sem oferecê-las de volta aos semideuses como reconhecimento é certamente um ladrão.

Os semideuses são agentes que têm autoridade para agir em nome da Suprema Personalidade de Deus.  Portanto, eles devem ser satisfeitos através da execução de sacrificios prescritos. Nos Vedas, há diferentes tipos de sacrificios prescritos para os diferentes semideuses, mas em última análise todos são oferecidos à Suprema Personalidade de Deus. Para aqueles que não entendem o que a Personalidade de Deus é, recomenda-se o sacrifício aos semideuses. Dependendo das diferentes qualidades materiais das pessoas envolvidas, os Vedas recomendam diferentes tipos de sacrificios. A adoração dos diferentes semideuses também se baseia nisto — quer dizer, de acordo com as diferentes qualidades. Por exemplo, aos comedores de carne recomenda-se adorar a deusa Kalí, a terrível forma da natureza material, e o sacrifício de animais é oferecido diante da deusa. Mas para aqueles que estão no modo da bondade, aconselha-se a adoração transcendental ao Senhor Supremo Krishna. Mas em última análise todos os sacrificios destinam-se a promover o adorador gradualmente à posição transcendental. Entretanto, deve-se saber que, os semideuses agentes do Senhor suprem todas as necessidades da vida que a sociedade humana precisa. Ninguém pode fabricar nada. Tomemos, por exemplo, todos os alimentos da sociedade humana. Entre estes alimentos estão incluídos os cereais, as frutas, os legumes, o leite, o açúcar, etc., para as pessoas no modo da bondade, e também, a carne, para os não-vegetarianos, mas nenhum deles pode ser manufaturado pelo homem. Tomemos como exemplo o calor, a luz, a água, o ar, etc., que também são necessidades da vida, e veremos que nenhum deles pode ser manufaturado pela sociedade humana. Sem o Senhor Supremo, não haverá abundância de luz solar, luar, chuva, brisa, etc., sem os quais ninguém pode viver. É óbvio que nossa vida depende das substâncias fornecidas pelo Senhor. Mesmo para nossas empresas manufatureiras, precisamos de tantas matérias-primas tais como metal, enxofre, mercúrio, manganês e vários outros itens essenciais — todos fornecidos pelos agentes do Senhor, com o propósito de que façamos uso apropriado, e nos mantenhamos em boa forma e saudáveis, propiciando a auto-realização. Isto nos levará à meta última da vida, que é libertarmo-nos da luta pela existência material. Este objetivo na vida é alcançado pela execução de sacrificios. Se esquecermos o propósito da vida humana e meramente passarmos a utilizar tudo aquilo que recebemos dos agentes do Senhor no prazer dos sentidos, ficaremos cada vez mais enredados na existêncial material, o que não é a finalidade da criação, e certamente nos tornaremos ladrões, e então seremos punidos pelas leis da natureza material. Uma sociedade de ladrões nunca pode ser feliz, porque ela não tem objetivo na vida. Os ladrões materialistas grosseiros não têm uma meta final na vida. Eles buscam apenas a satisfação dos sentidos; tampouco sabem como executar sacrificios. Entretanto, o Senhor Chaitanya Mahaprabhu trouxe o processo mais fácil de sacrificio, a saber, o cantar dos santos nomes de Senhorque pode ser executado por qualquer pessoa no mundo que aceite os princípios da consciência de Krishna. 


publicado por Lalanesha Dasa às 22:31

Intercâmbios
Este Album abaixo, esta para download gratuitamente é só clicar no ícone ( Lalanesha in Concert Mantras )