*Sejam*Bem-Vindos* A Morada Suprema do Amor a Deus *

Outubro 08 2013

As pessoas que não praticam o bem e tão pouco tem alguma fé em Deus tornam-se pessoas malignas ou demoníacas, e concluem que o mundo é uma fantasmagoria. Elas dizem que não há causa nem efeito, nenhum controlador, nenhum propósito: tudo é irreal. Elas dizem que esta manifestação cósmica surge devido a acções e reacções materiais aleatórias. Elas não aceitam que Deus criou o mundo com um determinado propósito. Elas têm sua própria teoria: que o mundo apareceu por si próprio e que não há razão alguma para acreditar que exista um Deus por trás dele. Para esse tipo de pessoas malignas, não há diferença entre espírito e matéria, e não aceitam o Espírito Supremo. Tudo é apenas matéria, e supõe-se que o cosmos inteiro seja uma massa bruta. Segundo essas pessoas, tudo é vazio, e qualquer manifestação que exista se deve à nossa percepção ignorante. Elas ainda afirmam que todas as manifestações de diversidade são exibições de ignorância, assim como num sonho podemos criar tantas coisas que de fato não têm existência. Então quando acordamos vemos que tudo não passa de um sonho. Mas na verdade, embora digam que a vida é um sonho, essas pessoas demoníacas são muito peritas em desfrutar este sonho. E assim, em vez de adquirir conhecimento, elas cada vez mais se envolvem com suas fantasias. Elas concluem que, sendo o filho o simples resultado da relação sexual entre um homem e uma mulher, este mundo surgiu sem a presença da alma. Para elas, foi apenas uma combinação de matéria que produziu os seres vivos, e a existência da alma fica fora de cogitação. Assim como sem causa aparente muitas criaturas vivas surgem do suor ou de um corpo morto, todo o mundo vivo surgiu das combinações materiais que se processam na manifestação cósmica. Portanto, a natureza material é a causa desta manifestação, e não existe nenhuma outra causa. Eles não acreditam nas seguintes palavras que o Senhor Supremo Krishna diz em Suas instruções no Bhagavad-Gita; “Sob Minha direção, o mundo material inteiro se move.” Em outras palavras, entre essas pessoas malignas ou demoníacas, não há conhecimento perfeito acerca da criação do mundo; cada um deles tem sua própria teoria particular. Segundo eles, uma interpretação das escrituras é a mesma coisa que outra, pois eles não acreditam numa compreensão única dos preceitos das escrituras.

E sendo assim, seguindo essas conclusões, essas pessoas demoníacas e malignas, sem saber o que fazer e sem nenhuma inteligência, ocupam-se em actividades prejudiciais e hediondas que só servem para destruir o mundo.

Essas pessoas que se ocupam em actividades contrarias aos bons conceitos de avanço Espiritual tornando-se malignas e demoníacas, que levarão o mundo à destruição. O Senhor Krishna declara que eles são pouco inteligentes. Os materialistas, que não têm nenhum conceito acerca de Deus, pensam que estão progredindo. Mas conforme o Bhagavad-Gita, eles não têm inteligência e são desprovidos de todo o bom senso. Eles tentam desfrutar este mundo material até o limite extremo e por isso sempre se ocupam em inventar algo que lhes propicie gozo dos sentidos. Essas invenções materialistas são consideradas como progresso da civilização humana, mas o resultado é que as pessoas ficam cada vez mais violentas e cada vez mais cruéis — cruéis para os animais e cruéis para os outros seres humanos. Elas não sabem como se comportar entre si. A matança de animais é muito preeminente entre essas pessoas malignas. Semelhantes pessoas são consideradas inimigas do mundo porque acabarão inventando ou criando algo que destruirá a todos. Indirectamente, este alerta antecipa a invenção das armas nucleares, das quais o mundo actual tanto se orgulha. A qualquer momento pode haver uma guerra, e essas armas atômicas podem causar muitos estragos. E não somente essas armas estão providas de destruição, no presente momento em todo o planeta existe revolta e insatisfação por parte do povo que nele habita, e assim fazendo passeatas ou manifestações contrarias aos ditames da politica estadista, conclui-se que isso certamente anuncia o pior, pois com essa revolta o mundo torna-se descrente e indisciplinado. Estas coisas são criadas por pessoas que governam o estado porem com actividades demoníacas, somente para a destruição do mundo, e isto se indica que, devido à impiedade, inventam-se tais armas e manifestações populares na sociedade humana; toda essa gama de insatisfação por parte do povo e do orgulho que mantêm governos em sua caprichosa função ditatorial, não se destinam à paz e prosperidade do mundo, destina-se somente na destruição do bem comum entre os seres.

E refugiando-se na luxúria insaciável e absortos na presunção própria do orgulho e do falso prestígio, as pessoas demoníacas, assim iludidas com sua postura ditatorial, estão sempre comprometidos com o trabalho sujo, atraídos pelo impermanente.

Essas pessoas malignas acreditam que satisfazer os sentidos é a necessidade primordial da civilização humana. Com isto, até o fim da vida sua ansiedade é imensurável. Presos a uma rede de centenas de milhares de desejos e absortos na luxúria e na ira, eles recorrem a meios ilegais para obter o dinheiro que investirão no gozo dos sentidos.

E elas com sua imaginação ego centrista pensam da seguinte forma; “Tanta riqueza eu tenho hoje, e vou ganhar mais conforme meus planos. Tenho tanto agora e isto aumentará mais e mais no futuro. Matei esse meu inimigo, e meus outros inimigos também serão mortos. Eu sou o senhor de tudo. Eu sou o desfrutador. Sou perfeito, poderoso e feliz. Sou o homem mais rico, rodeado por parentes aristocráticos. Não há ninguém tão poderoso e feliz como eu. Executarei sacrifícios, farei alguma caridade, e com isso ficarei contente”. Dessa maneira, essas pessoas demoníacas são iludidas completamente pela ignorância. 

Assim perplexos diante de tantas ansiedades e presos numa rede de ilusões, elas se apegam demasiadamente ao gozo dos sentidos e caem no inferno.

Cada pessoa demoníaca pensa poder viver às custas do sacrifício das demais. Em geral, a pessoa demoníaca se considera o Deus Supremo, e um pregador demoníaco diz a seus seguidores: “Por que vocês procuram Deus em outra parte? Todos vocês são Deus! Poderão fazer tudo o que quiserem. Não acreditem em Deus. Dispensem Deus. Deus está morto”. Estas são as pregações da pessoa demoníaca.

Acomodados e sempre cínicos, deixando-se iludir pela riqueza e pelo falso prestígio, elas às vezes orgulhosamente executam sacrifícios apenas de nome, sem seguirem nenhuma regra ou regulação.

Confundidas pelo falso ego, força, orgulho, luxúria e ira, essas pessoas demoníacas passam a invejar a Suprema Personalidade de Deus, que está em seus próprios corpos e nos corpos dos outros, e blasfemam contra toda e qualquer forma de Espiritualidade.

 Krishna sendo a Suprema Pessoa entre tudo o que existe, Ele mesmo se encarrega

a todos aqueles que são invejosos e maliciosos, os mais baixos entre os homens,
lançando-os perpetuamente no oceano da existência material, em várias espécies de vida demoníaca. 

Submetendo-se a repetidos nascimentos entre as espécies de vida demoníaca. Krishna diz; tais pessoas jamais conseguem aproximar-se de Mim. Aos poucos, elas afundam-se na mais abominável condição de existência.

Sabe-se que Deus é misericordiosíssimo, mas aqui se vê que Deus nunca é misericordioso com as pessoas demoníacas. Afirma-se claramente que as pessoas demoníacas, vida após vida, são postas em ventres de outros demônios, e, não obtendo a misericórdia do Senhor Supremo, descem ainda mais, até que acabam conseguindo corpos de gatos, cachorros e porcos. Afirma-se com clareza que à medida que vivem, tais demônios praticamente não têm oportunidade alguma de receber a misericórdia de Deus. Neste contexto pode-se então argumentar que Deus não deve ser proclamado como todo-misericordioso já que Ele não é misericordioso com esses demônios.  Em resposta a esta questão, conclui-se que o Senhor Supremo não tem ódio a ninguém. Pelo fato de que, as pessoas demoníacas assumirem estados de vida inferior é apenas outro aspecto de Sua misericórdia.

Como Krishna mesmo diz no Bhagavad-Gita; 

Para libertar os piedosos e aniquilar os descrentes, bem como para restabelecer os princípios da religião, Eu mesmo venho, milênio após milênio.



publicado por Lalanesha Dasa às 19:49

Este Album abaixo, esta para download gratuitamente é só clicar no ícone ( Lalanesha in Concert Mantras )