*Sejam*Bem-Vindos* A Morada Suprema do Amor a Deus *

Abril 06 2017

FotoFlexer_Photo.jpg

IMG_1450.PNG

O Maha Mantra Hare Krishna Hare Krishna Krishna Krishna Hare Hare, Hare Rāma Hare Rāma Rāma Rāma Hare Hare é o mais simples e o mais puro. Porém tudo o que é sublime nos mundos é uma representação de Krishna. 

Neste mesmo contexto, Krishna também reafirma dizendo:

"Eu sou a morte que tudo devora e sou o princípio encarregado de gerar tudo o que vai existir. Entre as mulheres, sou a fama, a fortuna, a linguagem afável, a memória, a inteligência, a firmeza e a paciência."

Portanto logo que nasce, o homem morre a cada momento. Assim, a cada momento, a morte está devorando toda entidade viva, mas o último golpe chama-se a morte em si. Essa morte é Krishna. Quanto ao desenvolvimento futuro, todas as entidades vivas sofrem seis mudanças básicas. Elas nascem, crescem, duram algum tempo, reproduzem-se, definham, e por fim desaparecem. Destas mudanças, a primeira é o parto, e isto é Krishna. A primeira geração é o começo de todas as atividades futuras. 

As sete opulências enumeradas — fama, fortuna, linguagem afável, memória, inteligência, firmeza e paciência — são consideradas femininas. Se alguém possui todas elas ou algumas delas, torna-se glorioso. Se um homem tem fama de virtuoso, isto o torna glorioso. O sânscrito é um dialecto perfeito e é portanto considerado muito glorioso. Se, depois de estudar, alguém pode se lembrar do assunto, ele é dotado de boa memória. E a habilidade não só para ler muitos livros sobre diferentes assuntos, mas também para entendê-los e aplicá-los quando necessário, é inteligência, outra opulência. O dom de superar a instabilidade chama-se firmeza ou determinação. E quando alguém é plenamente qualificado mas é humilde e gentil, e quando é capaz de manter o equilíbrio na tristeza e no êxtase da alegria, ele tem a opulência chamada paciência. 

O Senhor Krishna explica que, entre todos os Vedas, Ele é o Sāma Veda. O Sāma Veda é rico com canções belamente entoadas pelos vários semideuses. Um desses hinos tem uma melodia belíssima que se canta à meia-noite.

Em sânscrito, a poesia obedece a regras definidas; diferentemente do que acontece com muita poesia moderna, a rima e a métrica não são escritas de maneira caprichosa. Entre a poesia regulada, o mantra Gāyatrī que é cantado pelos brāhmanas (sacerdotes) devidamente qualificados, é o que mais se destaca. O mantra Gāyatrī é mencionado no Śhrīmad-Bhāgavatam que pertence a outra ramificação dos Vedas chamados de Puranas. Porque se destina especificamente à compreensão acerca de Deus, o mantra Gāyatrī representa o Senhor Supremo. Este mantra é para pessoas Espiritualmente adiantadas, e quando seu cantar é bem-sucedido, pode-se conviver com o Senhor transcendental. Para cantar o mantra Gāyatrī primeiramente é necessário adquirir as qualidades de uma pessoa perfeita, ou seja, aquelas qualidades do modo da bondade material. Na civilização védica, o mantra Gāyatrī é muito importante e é considerado a encarnação sonora do Brahman ( o Espirito Supremo). Inicialmente, ele é recebido por Brahmā, o criador do universo material que então o transmite em sucessão discipular a todos os Seus representates nessa linha de conhecimento Espiritual. 

Krishna também diz que entre aqueles que fazem trapaça ou enganadores profissionais tais como politicos ou mesmo governantes que enganam a população com planos fraudulentos condicionado-os a escravidão social, Ele também os representa não para enganar, mas sim para demonstrar que Ele pode ser o mais enganador do que qualquer homem. Pois se Krishna resolve enganar alguém, ninguém consegue inventar uma trapaça maior do que a Sua — Sua grandeza não é apenas unilateral — ela é onidirecional. Mas entre tudo isso, Ele diz também, que entre os vencedores, Ele é a vitória. Ele é o esplendor do esplêndido. Entre os empreendedores e os diligentes, Ele é o mais empreendedor, e o mais diligente. Entre os aventureiros, Ele é o mais aventuroso, e entre os fortes, Ele é o mais forte. Quando Krishna esteve presente na Terra, ninguém pôde superá-lO em força. Mesmo na infância Ele ergueu a Colina de Govardhana. Ninguém pode superá-lO na trapaça, ninguém pode superá-lO em esplendor, ninguém pode superá-lO em vitória, ninguém pode superá-lO em empreendimento e ninguém pode superá-lO em força. 

Krishna continua reafirmando que Sua grandeza vai além do que alguém possa imaginar quando Ele diz:

 "Dentre todos os meios que reprimem a ilegalidade, sou o castigo, e daqueles processos que visam à vitória, sou a moralidade. Das coisas secretas, sou o silêncio, e dos sábios, sou a sabedoria. Também sou a semente geradora de todas as existências. Não existe ser algum — móvel ou imóvel — que possa existir sem Mim."

Existem muitos agentes repressores, dos quais os mais proeminentes são aqueles que abatem os malfeitores. Quando tais malfeitores são punidos, aquilo através do qual se inflige o castigo representa Krishna. Entre aqueles que estão tentando sair vitoriosos em algum campo de atividade, o elemento mais vitorioso é a moralidade. Entre as atividades confidenciais em que se precisa ouvir, pensar e meditar, o silêncio é muito importante porque, com o silêncio, pode-se fazer um progresso rápido. Homem sábio é aquele que pode discriminar entre matéria e espírito, entre as naturezas superior e inferior de Deus. Tal conhecimento é o próprio Krishna.

Tudo tem uma causa, e a causa ou a semente da manifestação é Krishna. Sem a energia de Krishna, nada pode existir; por isso, Ele é chamado onipotente. Sem Sua potência, nem o móvel nem o imóvel podem existir. Qualquer existência que não se baseie na energia de Krishna chama-se māyā, “aquilo que não é".

Portanto deve-se compreender que toda existência gloriosa ou bela é uma mera manifestação fragmentária da opulência de Krishna a Suprema Personalidade de Deus, quer seja no mundo Espiritual quer no material. Algo extraordinariamente opulento deve ser considerado a representação da opulência de Krishna.

O fato de Krishna estar presente como SuperAlma em tudo o que existe faz com que o Senhor Supremo esteja representado em todos os universos materiais. Portanto, o Senhor diz que não há vantagem em compreender como cada coisa tem sua própria opulência e grandeza. A humanidade deve saber que todas as coisas existem porque Krishna entra nelas como Superalma. Começando pela entidade viva mais gigantesca, Brahmā o criador do universo material, e indo até a menor formiga, todos existem porque o Senhor entrou em cada um deles e os sustenta. 

Há uma doutrina que propõe que a adoração a qualquer semideus nos conduzirá à Suprema Personalidade de Deus, ou à meta suprema. Mas aqui desaconselha-se veementemente a adoração aos semideuses porque mesmo os maiores semideuses, tais como Brahmā e Śhiva, representam apenas uma parte da opulência do Senhor Supremo. Ele é a origem de todos os nascidos, e ninguém é maior do que Ele. Porque ninguém é igual ou superior a Ele. Nas Escrituras Sagradas dos Vedas, menciona que aquele que considera o Supremo Senhor Krishna na mesma categoria dos semideuses — mesmo que se trate de Brahmā ou Śhiva — torna-se na hora um ateu. Todavia, se alguém estudar a fundo as diferentes descrições das opulências e expansões da energia de Krishna, então, ele poderá compreender, sem dúvida alguma, a posição do Senhor Krishna, e poderá fixar a mente na adoração sempre dirigida a Krishna. O Senhor é onipenetrante através da expansão de Sua representação parcial, a Superalma, que entra em tudo o que existe. Os devotos puros, portanto, concentram suas mentes na consciência de Krishna no serviço devocional pleno; por conseguinte, sempre se encontram na posição transcendental. Neste mesmo capítulo do Shri Shrimad-Bhagavad-Gītā recomenda claramente o serviço devocional e a adoração a Krishna. Este é o caminho do serviço devocional puro. Este capítulo explica em detalhes como é possível atingir a mais elevada perfeição devocional, associando-se com a Suprema Personalidade de Deus.

Pois se até mesmo o poderoso Sol recebe seu poder da energia potente do Senhor Supremo, e por meio da expansão parcial, o mundo todo é mantido, é dever de todo o ser humano adquirir conhecimento Espiritual na condição em consciência de Krishna recitando ou entoando os Santos nomes do Senhor através do Maha Mantra Hare Krishna Hare Krishna Krishna Krishna Hare Hare, Hare Rāma Hare Rāma Rāma Rāma Hare Hare, e compreender que nada neste mundo pode ser tão grandioso quanto a Supremacia de KRISHNA.

IMG_7052.JPG

image.jpeg

publicado por Lalanesha Dasa às 20:42

Este Album abaixo, esta para download gratuitamente é só clicar no ícone ( Lalanesha in Concert Mantras )