*Sejam*Bem-Vindos* A Morada Suprema do Amor a Deus *

Abril 18 2014

 

Uma conversa extraída dos ensinamentos de Sua Divina Graça Acharya Bhaktivedanta Swami Prabhupada Mestre Espiritual autentico, fundador e introdutor da consciência de Krishna (ISKCON), sobre os valores que se agregam ao cristianismo e de sua valiosa contribuição ao mundo o sacrifício na cruz, a posição de Jesus e sua segunda vinda à Terra, a importância da obediência a seus ensinamentos, a diferença entre um cristão e um devoto de Krishna, predições nas escrituras védicas ligadas a Jesus, e o amor a Deus.

Tamala Krishna: Então, qual é a resposta do senhor (Shrila Prabhupada), para a seguinte questão “Você considera a mensagem de Jesus Cristo como sendo universal?”

Prabhupada: Sim.

Tamala Krishna: Muitas pessoas encontram em nossos templos de Krishna, a solução para os seus dilemas, por não estarem satisfeitos com a fé cristã, encontrando uma grande soma de satisfação agora vivendo em nossos templos de Krishna.

Prabhupada: Antes de tudo, torne-se cristão, que você está seguindo todos os dez mandamentos. “Não julgar para não ser julgado”.

Tamala Krishna: A segunda questão é: “Considerando que a Bíblia descreve Jesus como o salvador do povo de Deus, não apenas de Israel, mas de todos os pecados do homem, não minimiza sua verdadeira posição dizer que ele é simplesmente um avatara, e isso não contradiz os ensinamentos da Bíblia?”.

Prabhupada: Nós o aceitamos como avatara, shaktyavesha-avatara, encarnação de Deus dotada de poder. Isso nós aceitamos.

Tamala Krishna: “Assim como qualquer outra escritura revelada, os ensinamentos da Bíblia são absolutos, mas eles devem ser compreendidos literal ou simbolicamente, e eles são aplicáveis a todos os homens?”.

Prabhupada: Literalmente, não simbolicamente.

Tamala Krishna: “Qual é o verdadeiro significado do sacrifício na cruz, Jesus morrendo na cruz?”.

Prabhupada: Isso não tem significado algum. As pessoas eram tão tolas que buscaram matá-lo. Porque ele estava falando de Deus. Assim podemos compreender a poluição da sociedade da época, quão inteligentes eles eram. Ele teve que lidar com tolos formidáveis porque ele estava falando sobre Deus, e o resultado é que eles quiseram matá-lo primeiro. Ele pregou: “Não matarás”, e eles o mataram primeiro. Essa é a inteligência deles.

Tamala Krishna: “Jesus morreu na cruz para remir todos os pecados do mundo?”.

Prabhupada: Este é outro pensamento pecaminoso: Jesus assinou contrato para livra-los das suas atividades pecaminosas. Isso é um grande pretexto para os pecadores continuarem agindo pecaminosamente, e Cristo assinará um contrato para neutralizar. Essa é a convicção mais pecaminosa. Em vez de pararem com as atividades pecaminosas, assinamos contrato com Jesus Cristo para neutralizá-las.

Tamala Krishna: Então essas pessoas não estão de fato se livrando de seus pecados a não ser que parem de pecar.

Prabhupada: Se não for assim, qual é a utilidade da pregação dele? Eles continuarão com as atividades pecaminosas, e Jesus Cristo assinará contrato para salvá-los. É um grande contrassenso essa ideia! “A nossa religião é muito boa”. Como é? “Não podemos parar de agir pecaminosamente, e Cristo assinou contrato. Ele nos salvará”.

Namno balad papa-buddhih. Essa é uma das ofensas ao santo nome. “Estou cantando Hare Krishna, então nenhuma ação pecaminosa existirá”. “Continuarei com minhas atividades pecaminosas e me tornarei cristão” é como “Eu me tornarei vaishnava, me tornarei meramente por ser um recitador do santo nome”.

Tamala Krishna: A Bíblia tem muitas citações. Lerei, então, apenas duas delas…

Prabhupada: Qual é a utilidade de me fornecer citações da Bíblia? Estamos falando sobre coisas práticas.

Tamala Krishna: Sim. O único ponto que eu ia levantar era que é evidente que eles estão interpretando equivocadamente a Bíblia. Uma das citações, por exemplo, diz: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3:16) Mas o senhor chamou atenção para o ponto de que acreditar significa seguir seus ensinamentos. Isso eles não entendem. Eles dizem: “Nós acreditamos em Jesus”, mas eles não seguem seus ensinamentos.

Prabhupada: Onde, então, está a crença? Onde está a questão de crença? A não ser que sigam os ensinamentos, não há questão de crença. Trata-se de um princípio falso.

Tamala Krishna: Sim. A próxima questão é: “A essência do cristianismo é acreditar que Cristo é o nosso salvador e redentor, mas o teste final da própria fé em Cristo encontra-se na crença pessoal de que ele voltará do céu para a Terra para estabelecer suas glórias e seu reino de justiça eterna. Esse segundo advento deve ser aceito como simbólico, ou ele de fato voltará?”.

Prabhupada: O que você quer dizer com isso?

Tamala Krishna: “Então aparecerá no céu o sinal do filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória”. (Mateus, 24:30). Há muitíssimas declarações na Bíblia aludindo que Cristo virá novamente.

Prabhupada: O que há de mal se ele vier novamente?

Tamala Krishna: É praticamente toda a base da fé cristã eles estarem esperando o dia quando Cristo virá.

Prabhupada: Por enquanto, sigam o que ele disse. Do contrário, qual é a utilidade de esperar por ele?

Tamala Krishna: Sim, se você não segue o que ele disse, então, mesmo que ele venha, ele não pegará você. Ele diz que, se isso acontece, se Cristo volta, qual será a posição de Sri Caitanya Mahaprabhu e de Seu movimento da consciência de Krishna? Uma pergunta torpe.

Prabhupada: Isso você verá quando ele vier.

Tamala Krishna: (risos) Isso veremos quando ele vier. Certo. Por enquanto, o movimento da consciência de Krishna está aqui. Próxima pergunta: “O que é o fim do mundo?”.

Prabhupada: O mundo será devastado, como acontece com tudo o que é material. Seu corpo existe e está sendo mantido, e ele será findado. Similarmente, o corpo do mundo inteiro será findado da mesma maneira. Não há outra maneira. Ele é criado, é mantido e é findado. 

Tamala Krishna:“Em sua introdução ao Bhagavad-gita, o senhor se refere ao hinduísmo, ao budismo, ao cristianismo e a outras fés religiosas como designações sectárias, mas a consciência de Krishna não seria apenas mais um tipo de designação a fim de não a chamar de krishnaísmo, outro “ismo”?.

Prabhupada: Não. Isso você terá que entender mais para frente.

Tamala Krishna: “Qual é a diferença entre um cristão puro – ou, ao menos, um sincero – e um devoto sincero de Krishna?”.

Prabhupada: Nenhuma diferença.

Tamala Krishna: Em uma passagem do Bhavisya Maha-Purana, escrito por Vyasadeva três mil anos antes de Cristo, prevendo a presença de Jesus Cristo nos Himalaias em 78 da era cristã, e seu encontro com um rei. Existem outras profecias no Bhavisya Maha-Purana ou em outras escrituras dizendo mais precisamente o dia do nascimento de Jesus Cristo?

Prabhupada: Tudo ali é exato.

Tamala Krishna:Uma ultima pergunta importante.: “Seguindo praticamente Jesus Cristo, é possível a um sincero buscador da verdade que não reconhece ou aceita as manifestações externas do movimento da consciência de Krishna obter amor por Deus?”.

Prabhupada: Amor por Deus significa misericórdia de Deus. Se Deus está satisfeito, Ele pode fazer qualquer coisa. Assim, esse prazer de Deus pode ser desperto por amor. Isso se chama em sânscrito kripa-siddhi. Perfeição movida por afeição. Por misericórdia.

Tamala Krishna:Gostaria de saber se é possível obter essa afeição de amor por Deus sem fazer parte deste movimento da consciência de Krishna.

Prabhupada: Em geral, não, pois a pessoa deve seguir os princípios reguladores e parar com as atividades pecaminosas. Então depende da misericórdia de Krishna. Você não pode obrigá-lO a lhe dar misericórdia. Isso não é possível. Misericórdia é misericórdia. Você tem que fazer o seu dever, e a misericórdia depende dEle.
publicado por Lalanesha Dasa às 16:20

Este Album abaixo, esta para download gratuitamente é só clicar no ícone ( Lalanesha in Concert Mantras )