*Sejam*Bem-Vindos* A Morada Suprema do Amor a Deus *

Dezembro 05 2014

FotoFlexer_Photo.jpg

 O mundo deve compreender que, de fato, nada pertence a ninguém. Então, como falar de renúncia? Aquele que sabe que tudo é propriedade de Krishna está sempre situado em renúncia. Já que tudo pertence a Krishna, tudo deve ser empregado no serviço de Krishna.

Como Krishna mesmo enfatiza dizendo:

Aquele que não odeia e nem deseja os frutos de suas actividades, é conhecido como quem está sempre renunciado. Tal pessoa, livre de todas as dualidades, supera facilmente o cativeiro material e está inteiramente liberada.

A pessoa, que está em plena consciência de Krishna está sempre renunciado porque não sente ódio nem desejo pelos resultados de suas acções. Este renunciante, dedicado ao serviço transcendental amoroso do Senhor, está plenamente qualificado em conhecimento, porque conhece sua posição constitucional em relação a Krishna. Ele sabe muito bem que Krishna é o todo e que ele é parte integrante de Krishna. Tal conhecimento é perfeito porque é correcto qualitativa e quantitativamente. O conceito de unidade com Krishna é incorrecto porque a parte não pode ser igual ao todo. O conhecimento de que é igual em qualidade mas diferente em quantidade é conhecimento transcendental correcto, que leva a pessoa a tornar-se completa em si mesma, não tendo nada a que aspirar ou de que lamentar-se. Não há dualidade em sua mente porque tudo o que faz, ela o faz para Krishna. Estando nesta plataforma livre de dualidades, ela é liberada _ mesmo neste mundo material.

O verdadeiro propósito da investigação filosófica é encontrar a meta última da vida. Como a meta última da vida é a auto-realização, não há diferença entre as conclusões alcançadas pelos dois processos. Pela investigação do processo filosófico, chega-se à conclusão de que a entidade viva não é parte integrante do mundo material, mas sim da suprema totalidade Espiritual. Por conseguinte, a alma Espiritual nada tem a ver com o mundo material; suas acções devem ter alguma relação com o Supremo. Quando age em consciência de Krishna, ela está em sua verdadeira posição constitucional. No primeiro processo, filosófico, é necessário desapegar-se da matéria, e no processo da yoga devocional, deve haver o apego ao trabalho em consciência de Krishna. De fato, ambos os processos são a mesma coisa, embora superficialmente um processo pareça envolver desapego e o outro pareça envolver apego. Desapego da matéria e apego a Krishna dão na mesma. Quem pode ver isto vê as coisas como elas são.

5489717_0PI30.gif

FotoFlexer_Photo.jpg

5489717_0PI30.gif

publicado por Lalanesha Dasa às 21:09

Este Album abaixo, esta para download gratuitamente é só clicar no ícone ( Lalanesha in Concert Mantras )